Combate ao desperdício

Todos sabemos da importância de economizar água dentro das nossas casas e evitar ao máximo o desperdício. O que muitas pessoas não sabem é que de toda água que se retira das mananciais no Brasil para abastecer as capitais brasileiras, quase metade se perde antes de chegar a ser consumida pela população.Há cinco anos, o Ministério das Cidades calculava perder 20% da água, mas hoje a situação está bem pior.
Entre todas as capitais, a perda é menor em São Paulo, que fica em torno de 30%. Mesmo assim essa perda é muito superior ao que é considerado aceitável por especialistas no assunto, que gira em torno de 15 e 20%. Em países de primeiro mundo, como o Japão, por exemplo, a perda não passa dos 4%.
Para chegar à quantidade perdida, diminui-se o que é retirado dos mananciais e o que é consumido pela população. No cálculo também ficam computados, além dos vazamentos, os erros de medição e as ligações clandestinas. Mas, o maior problema são os vazamentos. E para isso deixar de acontecer é necessária a ação da população que deve alertar as companhias sempre que notarem o defeito e exigir o reparo. Sem essa atitude é impossível fazer com que se diminua tanto desperdício de água.
Todos devem estar juntos no combate ao desperdício, se cada um fizer a sua parte é possível chegar a um índice de desperdício mínimo, não só para se equiparar a outros países, mas para proteger algo imprenscindivel para a humanidade. Além de todos os cuidados que são sempre citados como fechar a torneira, usar balde para lavar o carro, entre outros, é necessário sempre cobrar cada vez mais investimentos e tecnologia para dar fim a esse desperdício.

Obs:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente o ponto de vista da Editora, podendo até mesmo ser.


Coloque um Comentário