Obesidade nos animais de estimação, como controlar este problema? | Jornal Vicentino

Obesidade nos animais de estimação, como controlar este problema?

Artigo   0 Comentário
Espaçamento entre linhas+- ATamanho da Fonte+- Imprimir este artigo
Obesidade nos animais de estimação, como controlar este problema?

A obesidade é um problema muito comum nos animais de estimação e pode ser definida como um acúmulo excessivo de gordura no organismo. O animal se torna obeso por meio de ingestão acima do norma de calorias, pela vida sedentária ou restrição de exercícios, predisposição genética, alterações endócrinas (ex.: hipofunção da tireóide ou da adrenal), dietas desbalanceadas ou alguns casos de stress.
Alguns animais obesos tem maior propensão a desenvolverem problemas digestivos, pancreáticos e dermatológicos. A obesidade excessiva pode levar alguns animais a terem problemas cardiovasculares principalmente quando idosos. A obesidade pode ser tanto a causa quanto a conseqüência de uma longa série de problemas de saúde.
A nossa experiência com este tipo de problema revela a necessidade. Esta é a única maneira de intervir no processo e tentar ajudar o animal a emagrecer e se tornar mais saudável.
Independente do resultado da avaliação médica o proprietário deverá seguir as dicas abaixo relacionadas para diminuir o peso do seu animal:
- Levar o animal para passar regularmente;
- Verificar se as vacinas estão atualizadas;
- Evite dar remédios sem orientação do profissional Médico Veterinário, pois alguns remédios aumentam o apetite e podem piorar o problema do animal;
- Não deixe seu animal por perto durante as refeições da família para que ele não receba alimentação extra ou inadequada;
- Forneça dieta ou ração balanceada na quantidade suficiente e de acordo com o porte do cão (atualmente existe no mercado rações balanceadas com baixa quantidade de carboidratos e de gorduras para animais em regime alimentar);
- Evitar doces, massas, frituras, alimentos temperados e gorduras para o animal. Cães e gatos devem comer dietas corretas. O balanceamento nutricional além de poder acarretar obesidade é muito prejudicial à saúde e ao bem-estar do animal.

EDUARDO R FILETTI
MÉDICO VETERINÁRIO E PROFESSOR UNISANTA

 

 

 

Artigo   0 Comentário

Clique na capa e veja a versão impressa

CONFIRA A CAPA DA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (11/01) DO JORNAL VICENTINO

CAPA


EDIÇÕES ANTERIORES - CLIQUE AQUI



Enquetes

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.